... que é o teu sorriso que me salva quando tenho o coração em pedaços. É no assopro do teu abraço que me reencontro sempre que me perco....

Estás careca de saber

sexta-feira, setembro 14, 2018 MeiaLeca 0 Comments



... que é o teu sorriso que me salva quando tenho o coração em pedaços. É no assopro do teu abraço que me reencontro sempre que me perco. É nas tuas palavras que acordo a motivação que teima em sair-me do peito. Encontras sempre o que de melhor guardo em mim.

Cruzámo-nos em várias fases da nossa vida, sem nunca sequer nos conhecermos. Rever-me-te deixa-me com os olhos marejados, quase a quererem chorar. Sim, rever a ventania de amor que construimos também me dá vontade de chorar.

Entraste por acaso na minha vida. Mas não foi por acaso que nela ainda permaneces. Obrigada por vires sempre por inteiro, sem nunca deixares um espaço vazio entre o meu corpo e o teu. Este buraco que fazes questão de engolir e vesti-lo de ti.

Quando me perguntarem porque sou feliz, eu direi que o meu segredo és tu.

A gargalhada que me cria até hoje um frio na barriga e me multiplica em sorrisos. A tua humildade que vem de dentro, genuína, e me mostra tudo o que és. A tua curiosidade e vontade de querer ser sempre mais e melhor, sempre de mão estendida e desprovida de julgamentos. Há tanto de ti que me faz esquecer o desassossego do mundo. O teu olhar de miúdo que me enternece e que me faz esquecer que o tempo passa por nós. Há tanto de ti que até as próprias palavras me consomem.

Amo-te



0 comentários: